MAPEAMENTO AMBIENTAL PARA RESPOSTA À EMERGÊNCIA NO MAR - MAREM

 INTRODUÇÃO

Em 30 de agosto de 2013, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) e o Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (IBP) assinaram um Acordo de Cooperação Técnica (ACT) que prevê a capacitação e o aprimoramento do processo de avaliação de impactos ambientais e o aperfeiçoamento da gestão ambiental, relacionados às atividades de exploração e produção de petróleo e gás.

No âmbito do ACT celebrado entre os dois institutos, foram desenvolvidos os Projeto de Proteção e Limpeza de Costa e o Projeto de Proteção à Fauna, que objetivam o levantamento de dados ambientais de todo o litoral brasileiro e ilhas costeiras para servir de suporte para o planejamento e gestão de uma operação de resposta a acidentes envolvendo derramamento de óleo no mar.

Os projetos foram executados a partir das experiências em planejamento, gestão e resposta a emergências ambientais, acumuladas tanto pelas empresas que atuam no Brasil e em outros países, como pelas consultoras responsáveis pela execução do projeto.

Todo conhecimento gerado pelos dois projetos foram consolidados e integrados em um banco de dados georeferênciado, de modo a permitir uma análise detalhada, mas ágil, da região eventualmente afetada por um derramamento de óleo. Este banco de dados denomina-se Mapeamento Ambiental para Resposta à Emergência no Mar (MAREM).

 OBJETIVOS

Como objetivos prioritários do projeto, destacam-se:
- A identificação de trechos da costa que devem ser prioritariamente protegidos;
- A avaliação de condições de acesso para equipes operacionais;
- A apresentação de estratégias recomendadas para a proteção da costa e para a limpeza do litoral;
- A identificação de espécies vulneráveis e que devem ser prioritariamente protegidas;
- A identificação de áreas prioritárias a proteção;
- A criação de um banco de dados com informações georreferenciadas que serviriam como guia estratégico no caso de uma emergência.

 O LITORAL BRASILEIRO

O Brasil tem uma costa de mais de 7.000 km (4.300 milhas). Nosso litoral é formado por um mosaico de ecossistemas de alta relevância ambiental. As zonas costeiras são regiões de transição que desempenham um papel ecológico importante na ligação entre os ecossistemas terrestres e marinhos, ambientes complexos, diversificados e de extrema importância para a manutenção da vida no mar.

 O DESAFIO

Os trabalhos foram realizados por uma equipe multidisciplinar composta por consultores, pesquisadores de universidades e organizações não-governamentais nacionais e internacionais, considerados referências em temas de biologia e conservação do meio ambiente.

As metodologias foram desenvolvidas específicamente para este projeto e adotou as boas práticas utilizadas internacionalmente no mapeamento de ecossistemas e recursos faunísticos vulneráveis ao óleo. As mesmas foram apresentadas em congressos e conferências nacionais e internacionais sobre o tema. As metodologias foran amplamente discutidas pelos participantes visando sua consolidação e implementação também em outros países.

 OS RESULTADOS

A partir do Mapeamento Ambiental para Resposta à Emergência no Mar, o mercado brasileiro de exploração e produção de Óleo e Gás e o setor de Resposta a Vazamento de Óleo passam a contar com uma importante ferramenta técnica e de gestão para o planejamento de emergências, priorização de ambientes, espécies e áreas a serem protegidas em caso de uma emergência ambiental e tomada de decisão sobre as estratégias de resposta a serem adotadas em caso de acidentes com derramamento de óleo no mar.

 DADOS RELEVANTES

- 19 estados / 282 municípios / 2.139 localidades litorâneas / 1006 ilhas costeiras
- 4.343 espécies avaliadas / 120 espécies prioritárias para preservação / 78 áreas prioritárias para preservação

Clique aqui para ver o mapa georreferenciado contendo todas as informações levantadas no Mapeamento Ambiental para Resposta à Emergência no Mar.

Mapeamento Ambiental para Resposta à Emergência no Mar - Acordo de Cooperação Técnica IBAMA / IBP